Criminosos sequestram médico e roubam ambulância para socorrer comparsa - As melhores noticias do brasil e do mundo

Breaking

Ads

Ads

16/10/2017

Criminosos sequestram médico e roubam ambulância para socorrer comparsa



Grupo armado invadiu UPA do Complexo da Maré, na zona norte do Rio, e levou médico e ambulância para atender criminoso baleado em tiroteio com a PM na Baixada Fluminense; profissional foi liberado após prestar socorro


Rodrigo Nunes/MS
Grupo sequestrou médico e roubou ambulância para socorrer criminoso baleado na Baixada Fluminense

Um grupo de criminosos armados invadiu a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Complexo da Maré, na zona norte do Rio de Janeiro, sequestrou um médico e roubou uma ambulância madrugada desse domingo (15).

De acordo com a Polícia Civil, a quadrilha levou o médico com a ambulância  para uma clínica na Baixada Fluminense para prestar atendimento a um comparsa que havia sido baleado em confronto com policiais militares horas antes.


O médico já foi liberado pelos sequestradores e retornou para sua casa. A ambulância foi encontrada pelos policiais por volta das 11h desse domingo.

Feriado violento no Rio

Diversos episódios violentos foram registrados na Baixada Fluminese nos últimos dias. Na última quinta-feira (12), duas pessoas morreram e três ficaram feridas durante tiroteios ocorridos próximo a parques de diversões  onde famílias aproveitavam o feriado do Dia das Crianças.

Também foi registrado ataque a um bar em Duque de Caxias, que deixou três pessoas mortas e três feridas.

Segundo a Polícia Civil, uma das linhas de investigação é que o tiroteio pode ser resultado de uma briga entre milicianos e pessoas envolvidas com o tráfico de drogas na região.

De acordo com a Polícia Militar, criminosos chegaram ao local de carro, fizeram vários disparos em direção ao estabelecimento, que estava cheio, e fugiram em seguida. No total, seis pessoas foram atingidas, duas morreram na hora e outra a caminho do hospital.

Já nesse sábado, também houve registro de tiroteios no Grajaú, na zona norte do Rio, na comunidade Pavão-Pavãozinho e na favela da Rocinha – ambas na zona sul da cidade.

O motorista da ambulância roubada da UPA da Maré, que presenciou toda a ação dos criminosos na madrugada desse domingo, já prestou depoimento na Delegacia de Bonsucesso (21ª DP), que investiga o caso. Os policiais aguardam o médico para que ele também possa ser ouvido e ajudar a identificar e prender os criminosos. (Com informações da Agência Brasil


VEJA TAMBÉM:

✓ Estado do Rio deve quitar atrasados ainda em novembro

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ads